terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Tuca - o retrato da graça


TUCA – o retrato da graça
Álvaro César Pestana
05 de Maio de 2011
Por que os vulcões entram em erupção? Quem responder baseado na geologia ou nas teorias das placas tectônicas descreve um lado muito simplista da realidade.
Para mim, os vulcões são erupcionados para proteger e abençoar o povo de Deus. Sendo mais específico, o Eijafjallajojkull entrou em erupção em abril de 2010 para que eu e minha esposa não fizéssemos nossa planejada e anelada viajem para Paris, França.
O que? E isto é bênção?
Bem, pode parecer que não, mas era bênção sobre bênção. No momento que tudo ocorreu, não entendemos bem, mas levamos em conta a possibilidade de Deus estar nos abençoando e, com isto, ficamos contentes.
Aproveitamos os dias para passear pela cidade que estava particularmente agradável. O resultado foi a “Tuca”, uma cachorrinha da raça Blue Healer que encontramos e compramos.
Ela foi uma alegria e uma compensação pela “não viagem” – mal sabíamos as razões da ação divina sobre os vulcões.
Com o tempo, contudo, a Tuca foi revelando-se uma cachorra terrível: não era educada como nossa outra cachorra, a Cindi, pelo contrário... ela era o contrário!
Tuca fazia bagunça, entrava em casa quando não estávamos olhando, fazia sua sujeira em todo lugar possível e imaginável – um dia, fez dentro do seu próprio prato!
Ela não parava de latir e perturbar a Cindi. Um dia, rasgou um saco de ração e comeu tanto que parecia uma pequena mula de carga carregada. Comia o que não devia e vivia ativamente envolvida em “destruir”.
Quando soltava gazes, o que não era incomum, quase intoxicava todos os presentes. Um dia, demos uma festa em casa e precisamos deixar a Tuca “a favor do vento” para não assustar os convidados!
Ela fazia tudo errado... não recolhia a língua e nem sabia beber água direito, sempre vomitava um pouquinho no final... mas mesmo assim, amávamos a Tuca.
Linda pensou: “É o retrato da graça!” Sim, Tuca era para nós o que nós devemos ser para Deus: imprestáveis mas amados. Era fácil identificar-se com a Tuca. Seu olhar parecia uma pergunta que não conseguia ser formulada...
Bem, Tuca nos distraiu e ocupou de maio a outubro, quando fui despedido sumariamente e sem qualquer cuidado humano – nenhum pagamento ou ajuda financeira.
Foi então que percebemos que o vulcão erupcionou para que não gastássemos aquele dinheiro na viagem, pois iríamos ser despedidos sem qualquer misericórdia humana dali a seis meses.
Foi então que a Tuca ficou doente: pneumonia e complicações! Parecia que ela não ia resistir.
Que fazer? “Acabo de ser despedido com completa omissão dos direitos trabalhistas e agora vou gastar dinheiro com um cachorro?” Sim, gastamos. Não poderia fazer com ela o que estavam fazendo comigo: não se abandona alguém com quem se conviveu.
Gastamos com a Tuca e ela sobreviveu. Ficou boa de novo e nos deu alegria de pensar que nós também sobreviveríamos. Ela era o nosso retrato da graça!
Passou-se um tempo e apareceram sérios problemas nas extremidades da Tuca. Tratamos de todo jeito... descobrimos que ela deveria ter tido cinomose ou alguma doença séria quando pequena, mas, valente, sobreviveu (com algumas sequelas).
Agora contudo, a leishmaniose tinha se instalado nela e não havia mais jeito. Levamos Tuca para o CCZ e acreditamos que a Nave Mãe deve ter vindo busca-la na hora certa.
Ela ficou conosco por um ano apenas. Um ano de consolo, um ano de aprendizado da graça, um ano de compreensão da bondade de Deus e um ano de vitória contra a adversidade.
Tuca foi embora, mas fica no nosso coração...
Se Lewis estiver certo[1], então, assim como nós seremos ressurretos “em Cristo”, é possível que a Tuca seja ressurreta “em nós”. Só não sei os céus aguentarão isto.
*****

TUCA – o retrato da graça.
15/12/2009 – 05/05/2011


[1] LEWIS, C. S. O problema do sofrimento. São Paulo: Mundo Cristão, 1983, p. 93-103.

2 comentários:

  1. BOM DIA, QUANDO LEIO ATOS, NO PRINCÍPIO DA IGREJA BÍBLICA, NA PARTE DO INÍCIO DA PERSEGUIÇÃO DA IGREJA, AS VEZES PENSAVA COMO DEUS PERMITIA AQUILO, ATÉ ENTENDER QUE SE A IGREJA NÃO TIVESSE SIDO PERSEGUIDA, TALVEZ A IGREJA NÃO TERIA SE EXPANDIDO E O EVANGELHO SERIA RESTRIGIDO APENAS A JERUSALEM E NÓS NÃO TÉRÍAMOS O PREVILÉGIO DE CONHECER O EVANGELHO HOJE.
    DEUS É MARAVILHOSO E SABE O QUE FAZ E COM QUEM FAZ.
    VOCÊ E SUA FAMÍLIA ESTÃO ALICERÇADOS NA ROCHA, E DEUS SABE QUE O QUE TUDO QUE ACONTECEU COM VOCÊS NÃO ABALARIA A VOSSA FÉ,E ELE É TÃO CARINHOSO QUE DEUS A VOCÊS A TUCA PARA MOSTRAR-LHES COMO VOCÊS DEVERIAM AGIR.
    E VOCÊS AGORA ESTÃO EM OUTRO LUGAR PREPARANDO PESSOAS PARA QUE O EVANGELHO SEJA LEVADO PARA OUTROS LUGARES.
    DEUS AMA VOCÊS E CONTINUE ASSIM SENDO INSTRUMENTOS NAS MÃO DE DEUS.
    CLÁUDIA

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Cláudia, por sua gentileza e bondade.
    Fique com Deus! Alvaro

    ResponderExcluir