domingo, 22 de maio de 2011

Ambientes Virtuais de Aprendizagem para o desenvolvimento da Educação à Distância

Ambientes Virtuais de Aprendizagem
para o desenvolvimento da Educação à Distância
Alvaro Cesar Pestana

Os Ambientes Virtuais de Aprendizagem (doravante AVA) são plataformas que permitem a centralização, coordenação e desenvolvimento do ensino-aprendizagem por meio das Tecnologias da Informação (doravante TI). Dentro de um AVA, múltiplas ferramentas e dispositivos de ensino-aprendizagem são integrados e coordenados para um uso racional, efetivo e fácil.

As ações que se realizam nele poderiam ser realizadas, de forma dificultosa, pelo uso isolado das várias tecnologias disponíveis na Internet.

Sem o uso de um AVA, alguém poderia ensinar, postando um vídeo no YouTube e marcando um chat em uma sala em algum outro site da Rede. Também poderia armazenar arquivos em um terceiro lugar e poderia desenvolver comunicações via MSN ou e-mail. Os alunos poderiam remeter trabalhos anexando-os a e-mails ou postando em blogs. Veja, contudo, que o esforço ficaria pulverizado em tantos sites e com a utilização de tantos programas, servidores e ferramentas diferentes que muita coisa seria perdida no processo.

O AVA torna-se o facilitador do uso das TI a serviço da educação social e do autoaprendizado. Avalie, por meio de vista a sites e por meio de leituras os AVAs: Moodle, Teleduc e AulaNet.

“AulaNet [EduWeb] é um ambiente de softwere baseado na Web, desenvolvido mo Laboratório de Engenharia de Software – LES – do Departamento de Informática da PUC-Rio, para administração, criação, manutenção e participação em cursos a distância.”(1) O TelEduc é uma criação do Nied (Núcleo de Informática Aplicada à Educação) da UNICAMP. (2)
Através de avaliação dos manuais tutoriais, disponibilizados on-line, avaliamos o AulaNet (3) e o TelEduc. No caso do Moodle, a avaliação é parte de minha experiência de professor que trabalha em um ambiente Moodle no ensino de teologia no site www.teologiaemcasa.com.br.

O AulaNet é muito fácil de lidar pois foi criado para “substituir a sala de aula”. O TelEduc, foi concebido para inserir professores no ensino por meio da informática.(4)

O AVA escolhido para objeto de estudo é o Moodle. Além de ser uma plataforma aberta, desenvolvida por educadores, ela conta com um amplo desenvolvimento comunitário, também está se tornando popular, de forma que as pessoas que fizeram um curso no Moodle em uma entidade, já ficam familiarizadas para utilizá-lo em outra.

Minha experiência pessoal na utilização do Moodle tem sido positiva, apesar de não ter formação especial na área de informática.

Iniciei-me como aluno em duas entidades diferentes que utilizavam esta plataforma. Nas duas, a facilidade de uso do AVA causou-me boa impressão.

Como administrador e professor, iniciei o uso deste AVA faz apenas dois meses, mas estou sentindo-me muito à vontade e a plataforma apresenta muitas possibilidades e facilidades para o administrador. Os projetos e atividades intencionados são realizados com relativa praticidade e simplicidade.

Vejo também que o uso desta plataforma ajuda os estudantes a serem iniciados no uso da Internet e das TI com objetivos educacionais claros. Certamente, todos que se utilizam da Rede, passam por processos educativos, quer percebam ou não. O uso dos AVAs faz com que este processo educativo seja deliberado, mediado, social e participativo. A autoinstrução torna-se efetiva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário